Você está em
Home > Notícias > ESCOLA LF MINISTRA CURSO DE CÂMARA QUENTE PARA SETOR PLÁSTICO

ESCOLA LF MINISTRA CURSO DE CÂMARA QUENTE PARA SETOR PLÁSTICO

 

Escola LF de educação profissional em plásticos ministra curso de Câmara Quente

Pioneiro e único no setor de plásticos, o curso de Câmara Quente da Escola LF visa preparar o aluno para que tenha destaque no mercado de trabalho. O público-alvo são os profissionais que já trabalham na operação e preparação de máquina injetora, ferramenteiros de moldes plásticos, projetistas de moldes, compradores de elementos para moldes, vendedores do sistema de câmara quente, profissionais de manutenção de máquinas, eletricistas que fazem a instalação desse sistema e empresários que querem substituir moldes convencionais, adaptando sistemas de câmara quente. O treinamento começa dia 13 de julho, tem carga horária de 40 horas, e será ministrado aos sábados, das 8h às 13h.

O conteúdo foi desenvolvido especificamente com base na experiência de décadas da instituição para que o egresso seja muito eficiente e diferenciado para as áreas de ferramentaria e moldes de injeção. Após a conclusão do curso, ele passa a ser titulado como Analista Técnico em Câmara Quente.

A área de plástico é muito abrangente. Existem inúmeros processos de transformação como injeção, sopro, extrusão, rotomoldagem, entre outros. Um sistema de câmara quente é uma tecnologia que está embutida dentro dos moldes de injeção, que são as ferramentas para produzir peças injetadas. Como o preparador de máquina ou técnico não conseguem enxergar dentro do molde de injeção, esses profissionais encontram dificuldade em regular máquinas e gerar produtos com qualidade. Por isso, corre-se o risco de ocorrer sérios vazamentos internos de plásticos, ocasionando enormes prejuízos como paradas de máquinas, tempos enormes para manutenção, queima de resistências elétricas, entre outros problemas.

 Para isso, a Escola LF desenvolveu o curso para formar profissionais nesta área. Os profissionais vão analisar e conhecer os sistemas de câmara quente, saber efetuar manutenções corretivas e preventivas e entender o comportamento dos materiais plásticos dentro dos moldes de injeção com sistemas de câmara quente. Eles vão até analisar orçamentos dos fabricantes desses sistemas, avaliando tecnicamente a viabilidade ou não do que os fornecedores estão propondo. O aluno vai aprender inclusive a efetuar cálculos para saber em quanto tempo o investimento de um sistema de Câmara Quente ou a adaptação dele em moldes convencionais terá retorno para a empresa .

O conteúdo programático é profundo e bem completo, fornecendo todo o conhecimento necessário para o profissional não precisar de auxílio de colegas ou da chefia. Nas aulas aprenderá, por exemplo, as diferenças principais entre os vários tipos de sistemas, suas peculiaridades e como dar a devida atenção às questões de segurança pessoal e com os moldes.

Uma prática importante que será instruída é a da melhoria da qualidade dos produtos fabricados em moldes com câmara quente sem que gere danos aos sistemas em uso. Assim, evitam-se acidentes, prejuízos e desperdícios.

 Certificação

Ao concluir os cursos satisfatoriamente, os formados receberão um certificado exclusivo, que hoje faz a diferença no mercado de plásticos por sua excelência técnica. A Escola LF já criou sua marca e em 23 anos de existência formou mais de 20 mil profissionais.

Fonte: Vervi Assessoria

Veja mais sobre este curso:

 

Acompanhe nossas divulgações pelo Facebook

 

Deixe uma resposta


Top