Você está em
Home > Notícias > FEIMEC 2018: TRUMPF APRESENTA MÁQUINAS E TECNOLOGIAS DE ÚLTIMA GERAÇÃO

FEIMEC 2018: TRUMPF APRESENTA MÁQUINAS E TECNOLOGIAS DE ÚLTIMA GERAÇÃO

 

FEIMEC 2018: TRUMPF apresenta máquinas e tecnologias de última geração

A mais moderna geração de dobradeiras com novos sistemas de medição de ângulo

Uma máquina versátil e flexível, para a qual não faltam adjetivos. Acima de tudo, é um equipamento com alto grau de precisão e surpreendente na gama de peças que é capaz de processar. Uma grande variedade de peças pode ser dobrada devido à estrutura em C da máquina, que garante um ótimo espaço para dobra e boa rigidez estabilidade. É uma máquina que atende todos os requisitos de ergonomia e segurança do operador. Alta produtividade com consistência, desde a programação até os processos de dobra: assim é a TruBend 5130 que a TRUMPF irá expor na FEIMEC 2018.

As máquinas TruBend série 5000 destacam-se pela excelente precisão e produtividade. Todas as etapas da operação, desde a programação, o setup das ferramentas até a dobra da chapa, são feitas com a maior rapidez e eficiência. A elevada precisão da série se deve à estrutura da máquina, que é submetida tratamento térmico. A tecnologia do sistema drive de 4 cilindros, junto com o sistema CNC de compensação de flexa, acionado por um servo-motor, minimiza a flecha de peças grandes. Possui 4 eixos (R, X, Z1/Z2, além do quinto eixo “I” com deslocamento da mesa para amassamento). A versão standard da série 5000 vem com 2 eixos, com opção até 6 eixos, dependendo das diferentes geometrias de peças de diversos níveis de complexidade.

Interação homem-máquina

O novo painel de operação touchscreen da TruBend é revolucionário em sua simplicidade e muito fácil de usar. Os operadores saberão rapidamente como navegar nas diferentes interfaces. O novo controle fornece uma visualização 3D extremamente realista, que incorpora o monitoramento de colisão e também auxilia o operador. A interface do usuário é projetada com as exigências da produção diária. A máquina é operada com um painel multi-touch de 21,5 polegadas, sem a necessidade de retirar as luvas durante o processo. Os operadores podem girar o monitor em qualquer posição para terem acesso rápido à ajuda direta sempre que precisarem.

Dois sistemas de medição para garantir ângulos precisos

Os ângulos precisos são cruciais na qualidade de dobra, razão pela qual a TRUMPF oferece uma variedade de recursos inteligentes projetados para alcançar máxima precisão. O TCB (Thickness Controlled Bending) diminui os erros de ângulo causados pelas variações de espessura ou ondulações da chapa ao realizar a medição. Os desvios da espessura da chapa podem ser administrados sem dificuldade. Através de sensores, a espessura real pode ser localizada e a profundidade de imersão da ferramenta superior é automaticamente corrigida. Desta forma, a máquina atinge uma qualidade de ângulo independente da espessura da chapa, sem perda de produtividade ou necessidade de calibração e esforço de programação extra.

O ACB Laser (Automatically Controlled Bending) é compatível com todas as ferramentas. Ele controla o ângulo da peça a ser dobrada de forma automática. Com uma precisão de 0.3 graus, o laser projeta uma linha na superfície da área de trabalho e o sistema da câmera detecta essa linha. O ângulo de dobra é exato graças às unidades de medição localizadas na parte dianteira e traseira da peça.

Programação em segundos

Um novo software acelera o processo de programação nas máquinas da TruBend Series 5000. Com o TecZone Bend, a geração do programa CNC e a simulação 3D, incluindo a monitoração de colisão, são realizadas automaticamente em segundos com base em dados 2D e 3D. Se necessário, o operador pode fazer ajustes no programa no próprio controlador.

Características técnicas – Como as demais máquinas da série 5000, a TruBend 5130 é perfeita para dobrar peças de tamanhos variados. Com força de dobra de 130 toneladas, a máquina tem 3230 mm de comprimento de dobra, 2690 mm de largura entre colunas, abertura de instalação de 615 mm e garganta de 420 mm. Opera com velocidade de 220 mm/s no eixo Y (rápido e no retorno transversal), 1000 mm/s no eixo X, 330 mm/s no eixo R e 1000 mm/s no eixo Z. A precisão do trabalho alcança, respectivamente, 0,005 mm (eixo Y), 0,04 mm (eixo X) e 0,08 mm (eixo R).

Bend Guide App – o aplicativo TRUMPF para celular

Para facilitar a operação das máquinas TruBend, a TRUMPF desenvolveu o Bend Guide App, um aplicativo para celular que ajuda a calcular parâmetros de dobra de forma rápida e muito precisa, entre eles largura, comprimento do lado mínimo, altura da caixa, o raio de curvatura, cálculo do peso da ferramenta, mudar as unidades de medida, entre outras especificações.

Além disso, os usuários podem acessar os catálogos atuais e as notícias da TRUMPF relacionadas à dobra. O Bend Guide App está disponível gratuitamente para iPhone, smartphone, iPod, iPad, Requires iOS 4.3, Android e PC, em lojas de aplicativos respectivos nas seguintes línguas: inglês, alemão, francês, italiano, tcheco e espanhol.

O Bend Guide App é uma ferramenta exclusiva da TRUMPF e estará em demonstração na FEIMEC. Mais informações sobre o aplicativo podem ser acessadas em: http://www.br.trumpf.com/produtos/maquinas-ferramenta/produtos/dobra/bendguide-aplicativo-para-celular-trumpf.html

 

TruMatic 1000 fiber, um novo conceito de máquina combinada

Ela reúne as funções de puncionadeira e corte laser na mesma máquina. Exclusividade da TRUMPF, a TruMatic 1000 fiber corta, dobra e conforma. 

Muitos prestadores de serviço estão em busca de uma puncionadeira econômica, compacta e de fácil automação, projetada especificamente para crescer junto com os seus negócios. Para atender a essa necessidade, a TRUMPF apresenta na FEIMEC 2018 a TruMatic 1000 fiber, um novo conceito de máquina. 

Com a evolução do mercado, empresas que trabalham com processamento de chapa são confrontadas com soluções para produção de peças cada vez mais complexas, e muitos delas requerem o uso de máquinas combinadas ou uma laser com processamento posterior em outras máquinas como prensas, rosqueadeiras, entre outras. Para estas necessidades, a TRUMPF desenvolveu a nova TruPunch 1000, que pode ser modificada e se transformar na TruMatic 1000 fiber, uma máquina combinada capaz de produzir a peça completa”, explica João C. Visetti, diretor-presidente da TRUMPF Brasil.


Processo de transformação baseado no TruDisk laser de estado sólido de 3 kW

Com sua funcionalidade modular, a TruPunch 1000 é a solução ideal para quem quer entrar no mundo do puncionamento profissional. Ela pode puncionar chapas de até 6,4 mm de espessura em até 600 golpes por minuto, sendo extremamente compacta – ocupa apenas 31m2 de área, cerca de 15% menos do que as puncionadeira anteriores. “A TruPunch 1000 encaixa-se no mesmo espaço anteriormente ocupado pela TC 200. E pode processar chapas de formato 2500x1250mm sem ter de reposicioná-las, o que realmente acelera o processo de produção“, enfatiza Visetti.

Desta forma, a TRUMPF oferece uma máquina combinada inteligente, um passo que torna mais fácil aos clientes substituir o processo do laser puramente 2D para a tecnologia combinada. Empresas que já possuem um TruDisk laser de estado sólido podem usá-lo para operar a TruMatic 1000 fiber através da rede laser da TRUMPF. O preço da nova máquina é, sem dúvida, atraente, e com as especificações do modelo TruMatic 1000 correspondentes às do modelo anterior (TruMatic 3000 fiber), os clientes não vão perder nada em desempenho.

Cabeçote de puncionamento revolucionário

Os dois novos modelos da série 1000 oferecem tecnologia de acionamento completamente redesenhado, o que é crucial para o sucesso do conceito modular. O patenteado “Delta Drive” literalmente marca um novo movimento no mundo da tecnologia de puncionamento industrial. O segredo do Delta Drive é o fato dele eliminar a necessidade de mover a chapa e a mesa de trabalho no eixo y – normalmente um requisito do processamento da chapa. Ele consegue isso fazendo o cabeçote de puncionamento manobrar rapidamente nessa direção – uma revolução na tecnologia de puncionamento.

Esta nova abordagem envolve um sistema de acionamento alimentado por dois servomotores, quepermitem a movimentação do cabeçote no eixo y para trás e para frente. Quando os fusos de esferas giram em sentidos opostos, eles ativam o golpe do puncionamento. O eixo y pode ser acelerado muito mais rápido, nesta disposição, porque a unidade de puncionamento é usada também para o movimento da máquina, eliminando a necessidade de mover a chapa ou a mesa de trabalho.

Graças ao revolucionário e inovador Delta Drive, a máquina também pode ser equipada com um sistema de descarga de peças de grandes dimensões com supervisão de descarregamento para evitar colisões. Este sistema é standard na TruMatic 1000 e é utilizado para descarregar peças cortadas a laser em caixas, paletes ouesteiras transportadoras.

Compacta, mas segura

A TRUMPF estava realmente determinada em tornar a TruMatic 1000 fiber amais compacta possível. A empresa alcançou este feito através do desenvolvimento de um sistema especial de proteção contra a radiação do laser, que é compatível com o conceito modular da máquina. A caixa de enclausuramento é colocada no rodapé, ao redor da mesa de trabalho. No modo de puncionamento, ela se move para baixo, dando ao operador uma visão direta e clara do processo. Assim que o programa mudo para o processamento a laser, a caixa sobe e protege o operador da radiação. A proteção intercepta eficazmente os pequenos feixes de laser que poderiam escapar das escovas da mesa de trabalho durante a produção. Há ainda duas telas de vidro que permitem monitoramento visual seguro de todo o processo.

Automação e controle inteligente

Mesmo em suas versões automatizadas, estas duas máquinas da série 1000 são mais compactas do que quaisquer outras comparáveis ​​do mercado. Ambas podem ser conectadas ao novo Sheet Master Compact. Este sistema de automação carrega e descarrega chapas de diversos formatos. Devido ao seu ciclo de carregamento otimizado, ela pode completar a maioria das tarefas enquanto a máquina estiver em operação. Ambas as máquinas são equipadas com uma tela intuitiva touch-screen para facilitar a vida dos operadores. O aplicativo Mobile Control também pode ser utilizado para operar as máquinas a partir de um tablet. O software TruTops Boost Punch é necessário para a programação, mas, felizmente, o contrato de licença e manutenção já vêm com essas máquinas como padrão.

 

TRUMPF irá apresentar o dobro da velocidade de corte 

Os novos processos Highspeed e Highspeed Eco da TRUMPF garantem o dobro da velocidade de corte com economia de 40% a 70% no consumo de gás. A novidade será demonstrada na FEIMEC, com destaque para o Highspeed Eco  

Regra de ouro na indústria de corte e conformação de chapas metálicas, a fórmula “maior velocidade de corte é igual a maior potência do laser” acaba de ser contestada pela TRUMPF. A líder mundial em inovação e tecnologia laser do setor irá apresentar na FEIMEC dois novos processos que derrubam a correlação entre velocidade e quilowatts no corte laser de chapas. São eles: o Highspeed e o Highspeed Eco.

Com eles, não só velocidade é agora mais rápida como também o processo de “piercing” – e sem a necessidade de aumentar a potência do laser. Estes novos processos de corte permitem também um aumento de quase duas vezes na produtividade das chapas em relação ao corte padrão, graças ao design inovador do bico.

O processo Highspeed requer em média 40% a menos de nitrogênio e o Highspeed Eco 70% a menos. Essa novidade prova que a TRUMPF alcançou mais um marco no caminho para a redução de custos das peças.

No corte com o uso do nitrogênio, sob alta pressão e vazão, o material fundido é soprado para fora do corte, o que implica em custos operacionais elevados. A vantagem dos baixos custos de gás é desperdiçada por faces de corte oxidadas, que muitas vezes precisam ser retrabalhadas. Os novos processos Highspeed e Highspeed Eco, em contrapartida, são mais rápidos e utilizam menos gás, o que aumenta consideravelmente a rentabilidade do processo de fusão de corte de aço carbono com nitrogênio. Além disso, utilizando o Highspeed Eco com laser de nitrogênio de 8 kW é possível cortar chapas de 12 mm – ao invés de 10 mm, como antes.

Bicos

No processo Highspeed utiliza-se um bico de fluxo duplo. Alguns dos gases de corte passam pelo centro deste bico, assim como o feixe laser. O restante forma um fluxo secundário em torno do fluxo principal para concentrá-lo no corte, expulsando o material fundido de forma mais eficiente.

Já o processo Highspeed Eco apresenta um bico patenteado, chamado “Touchdown”, equipado com uma bucha que força o gás diretamente para o corte, garantindo que pouco ou nenhum gás vaze para o lado. Enquanto esta bucha móvel desliza através do material durante o corte com nitrogênio, o bico permanece a 1,5 mm da superfície da chapa. Isso garante que o bico suporte, sem esforço, qualquer cavaco durante o processo de piercing – o que acelera o corte e minimiza o risco de danos.

O Highspeed e Highspeed Eco podem ser usados para corte por fusão de chapas de aço carbono e aço inoxidável com pelo menos 4 mm de espessura. E apenas um bico é necessário nestes casos, o que torna as misturas menos prováveis e reduz o tempo de setup. As arestas de corte apresentam baixa rugosidade superficial e uma aparência homogênea de alta qualidade.

O Highspeed Eco pode ser usado em máquinas da série TruLaser 5000 equipadas com um laser de estado sólido de 8 kW. Em breve estará disponível para uso com laser de estado sólido de 6 kW. O processo Highspeed é apresentado em máquinas TruLaser Series 3000 equipado com um laser de até 6 kW de estado sólido. Máquinas relativamente novas podem ser adaptadas para esses processos.

Fonte: Agência NB Comunicação

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta


Top