Você está em
Home > Notícias > MISSÕES TÉCNICAS A FEIRAS DO SETOR PLÁSTICOS GERAM INVESTIMENTO NO ESPÍRITO SANTO

MISSÕES TÉCNICAS A FEIRAS DO SETOR PLÁSTICOS GERAM INVESTIMENTO NO ESPÍRITO SANTO

 

 

Missões técnicas do setor geram investimento aproximado de R$ 2.200 milhões em novos equipamentos

As missões técnicas organizadas pelo Sindiplast-ES em 2019 geraram resultados positivos para todo o Espírito Santo. Em visitas à Plástico Brasil e à Feiplastic, ambas em São Paulo, os empresários do setor adquiriram novos equipamentos e acessórios para as indústrias locais, em um investimento aproximado de R$ 2.200 milhões.

Na Feira Internacional do Plástico e da Borracha (Plástico Brasil) foram oito empresários participantes da missão técnica, que foi coordenada pelo novo presidente do Sindiplast-ES, Jackley Maifredo. Dentre os equipamentos adquiridos no evento estão extrusoras, máquinas de corte e solda, e injetora.  O presidente do Sindiplast-ES destaca que o evento também serviu para o fortalecimento da rede de relacionamento do Sindicato, com a prospecção de patrocínios para a Semana do Plástico 2019.

A missão técnica à Feira Internacional do Plástico (Feiplastic) atraiu 15 empresários do setor. Além da prospecção de negócios e busca por soluções em tecnologias e produtividade, eles aproveitaram a viagem para fazer uma visita técnica à Braskem – maior produtora de resinas termoplásticas das Américas. O ex-presidente do Sindiplast-ES e atual 1º diretor Administrativo da entidade, Gilmar Régio, também participou de uma reunião da Abiplast realizada na Feiplastic, representado o atual presidente do Sindicato, Jackley Maifredo.

O diretor da Agrofit e conselheiro fiscal do Sindiplast-ES, Juscelino de Oliveira, esteve tanto na Plástico Brasil quanto na Feiplastic e elogiou a evolução dos eventos a cada edição. O empresário negociou uma máquina de filme e acessórios, em um investimento que chegou a R$ 705 mil. “Os equipamentos adquiridos nessas feiras são de alta tecnologia. Irão melhorar a qualidade dos produtos e reduzir as perdas”, disse.

Juscelino de Oliveira também destacou a importância da visita à Braskem: “Conhecemos toda a linha de produção até a expedição e pudemos esclarecer dúvidas sobre o processamento da matéria-prima e as atividades em laboratório“. O empresário ainda adiantou que um produto lançado no evento, um polipropileno de baixa densidade, já está sendo testado no Estado. (moldesinjecaoplasticos.com.br)

A Feiplastic concentrou mais de 1.000 marcas nacionais e internacionais no mesmo local e contou com 400 rodadas de negociações, incorporando toda a cadeia do plástico: da matéria-prima à reciclagem. O evento debateu temas como nanotecnologia, economia circular do plástico e inovações.

Fonte: SINDIPLAST – ES

 

 

Acompanhe nossas divulgações pelo Facebook

 

 

Deixe uma resposta


Top