Você está em
Home > Notícias > SENAI CONSOLIDA CONTATOS COM INSTITUIÇÕES AMERICANAS DE TECNOLOGIA

SENAI CONSOLIDA CONTATOS COM INSTITUIÇÕES AMERICANAS DE TECNOLOGIA

 

De Floripa

SENAI consolida contatos com instituições americanas de tecnologia

Cooperação é resultado de missão institucional realizada pelo SENAI/SC aos Estados Unidos.

Após uma semana de reuniões em Boston e Washington, o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, e o diretor regional do SENAI/SC, Jefferson Gomes, celebram o fortalecimento de cooperação com organizações de tecnologia dos EUA. “Todas as visitas, discussões e reuniões que tivemos nesse período revelam a oportunidade de boas iniciativas conjuntas da Confederação Nacional da Indústria, FIESC e SENAI com instituições americanas. São iniciativas na área de tecnologia, inovação e educação”, afirmou Côrte.

O diretor do SENAI/SC relatou que nos últimos dois meses a entidade manteve contato com instituições como a CompTia e a Learnig Tree, além de ampliar as tratativas com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). “O objetivo foi estabelecer uma relação de contato com estas instituições de modo que possamos aumentar nossa capacidade de formação em Tecnologia da Informação, em especial em segurança cibernética e análise de big data”, disse. São programas desde a formação básica até a mais avançada. “Também está contemplada a capacitação de professores para que possamos ter uma quantidade maior de profissionais especializados nessa área”, acrescentou.

Nesta terça e quarta (24 e 25), na Embaixada brasileira em Washington, os catarinenses participaram do workshop “Construindo uma agenda de trabalho Brasil-EUA de Economia Digital”, no qual foram debatidas questões relacionadas à indústria avançada. Um dos temas abordados pelos participantes foi a elevada carga tributária de produtos que facilitam a conectividade, como computadores, cabos para banda larga, componentes eletrônicos, sensores, entre outros.

Após o workshop, os dirigentes da FIESC foram convidados pela conselheira para Cooperação em Inovação, Ciência e Tecnologia da Embaixada, Luciana Mancini, a participar de uma mesa redonda com representantes dos governos americano e brasileiro. O encontro aprofundou as discussões a respeito da cooperação entre os dois países que tinham sido previamente discutidas no workshop.

Apoio a imigrantes

Durante a missão institucional, Côrte e Gomes identificaram inúmeras ações que podem ser desenvolvidas em conjunto, tanto com instituições americanas, quanto com a representação brasileira naquele País. Um exemplo, é a qualificação de brasileiros que vivem em Massachusetts, uma colônia estimada em 300 mil pessoas. O tema foi debatido com a chefe do Consulado brasileiro em Boston, embaixadora Glivânia Maria de Oliveira.

Fonte: FIESC

 

 

Deixe uma resposta


Top