Você está em
Home > Moldes > SISTEMAS DE CÂMARA QUENTE INTEGRADOS MELHORAM EFICIÊNCIA E REDUZEM CUSTOS

SISTEMAS DE CÂMARA QUENTE INTEGRADOS MELHORAM EFICIÊNCIA E REDUZEM CUSTOS

O constante avanço da tecnologia permite que os construtores de moldes ofereçam vantagens aos seus clientes, como a otimização dos tempos de manutenção em sistema de câmara quente que se traduzem em redução de custos de produção.

Moldes para injeção de plásticos estão sendo produzidos com prazos cada vez menores em comparação a alguns anos atrás.

E a tecnologia continua a avançar, permitindo diversos benefícios para seus fabricantes.

Os transformadores de peças injetadas procuram por melhor eficiência à medida que são continuamente pressionados a reduzir os preços de produtos moldados, resultando na necessidade de cortes nos custos de produção.

Fabricantes de câmara quente fornecem sistemas diretamente no porta-molde – denominados injection half ou lado injeção e hot half ou lado quente – para reduzir o tempo de montagem do moldes, vendendo o sistema de câmara quente como uma unidade totalmente auto-suficiente.

Um aperfeiçoamento deste conceito são os sistemas unificados, que são unidades encaixáveis (drop-in) completamente pré-montadas, incluindo calhas para passagem de fiação elétrica, montagem dos conectores do molde atendendo ao esquema elétrico do controlador de temperatura, bem como tubulações pneumáticas ou hidráulicas necessárias para sistema de câmara quente valvulados.

Este sistema unificado fornece todas as vantagens presentes na montagem injection half a um custo reduzido.

Com menos modificações necessárias no molde e usando um modelo de sistema unificado, os sistemas integrados de câmara quente podem ser construídos fornecendo os seguintes benefícios:
Redução do tempo de montagem da câmara quente;
– Eliminação dos erros associados às ligações elétricas e fiação e;
– Redução de custos comparados aos sistemas montados diretamente no portal-molde – injection half.


O coração do sistema integrado está no projeto do distribuidor (manifold) unificado.

Os bicos são rosqueados diretamente ao manifold, portanto a necessidade de placa de retenção é eliminada.

Além disso, é garantido um perfil térmico uniforme, uma vez que a junção do bico e do manifold é através de rosca, eliminado assim qualquer perda térmica usualmente encontrada como nos sistemas convencionais por buchas ou placas.

Estes sistemas as vezes demandam uma resistência adicional no flange da bucha, para fornecer calor para esta área, aumentando assim o custo operacional.

Também devido ao fato de o manifold do modelo integrado ter pouco contato com o molde, a energia consumida é menor, permitindo assim que o molde mantenhaum nível de temperatura mais consistente e estável.

Bicos rosqueados também eliminam a tendência de vazamento do material plástico entre os bicos e o distribuidor, o que pode ocorrer durante a dilatação térmica do moldes convencionais montados com a utilização de buchas ou placas, forçando à paradas de máquinas para efetuar o reparo.

Figura 1

Na figura1 está apresentado um sistema de câmara quente integrado, onde os bicos são rosqueados no manifold e a fiação é unificada.

O sistema se transforma em um conjunto auto-suficiente.

Como o sistema integrado é dotado de um canal para passagem da fiação durante a instalação no molde, a chance de ocorrer esmagamento ou rompimento dos fios das resistências e temopares é eliminada durante a montagem.

Toda a fiação das resistências até a caixa de derivação é acondicionada dentro deste condutor, tipo calha, especialmente projetado para a finalidade.

Isto representa um benefício todas as vezes que o sistema de molde/câmara quente é desmontado.

Além disso, o sistema unificado pode ser totalmente testado em suas funções térmicas e elétricas diretamente na fábrica, antes do embarque para instalação no molde.

O sistema integrado fornece ainda os seguintes benefícios para moldagem por injeção:
– A rotina de manutenção pode ser executada sem retirar o sistema de câmara quente e o molde da máquina injetora.

Embora os sistemas montados diretamente no porta-molde injection half também permitam que a manutenção seja executada enquanto o molde está na máquina, ela é eliminada apenas à parte frontal da área do bico. Serviços executados além deste ponto exigem que o molde seja removido da máquina para permitir o acesso ao sistema de câmara quente, como:

-Intercambiabilidade simples entre câmara quente e molde. Os insertos podem ser facilmente substituídos sem remoção do molde da máquina e

– A tubulação operacional de um sistema valvulado pode ser reparada sem desmontagem.


Figura 2

Na figura 2 é possível visualizar que as conexões da válvula também são fixadas ao manifold e se tornam partes do conjunto auto-suficiente.

A incorporação do modelo integrado envolve a análise preliminar com o fabricante do molde para garantir a operação adequada.

O sistema unificado é montado diretamente na placa do molde.

Também adicionadas à placa da cavidade estão as travas que podem ser colocadas em duas posições:

a) No lado da placa cavidade do molde e
b) De modo a captar tanto a placa cavidade como a placa porta-machos do molde unindo as partes na linha de fechamento.

O sistema integrado não compromete de nenhuma forma a função normal de produção na modelagem por injeção.

Quando for necessário efetuar manutenção de rotina, aplica-se o seguinte procedimento:

– Abrir o molde, usando o modo de instalação da máquina de injeção (set-up);

Figura 3


– Retirar o parafuso usando para fixar a placa cavidade à placa base superior (figura3)
– Fechar o molde usando o modo de instalação set-up da máquina de injeção;
– Deslocar a trava da placa cavidade e colocá-la sobre a linha fechamento, de modo que a placa porta-machos e a placa cavidade estejam presas (Figura4)
.


– Acionar lentamente o curso de abertura, usando novamente o modo de instalação set-up da máquina injetora. Esta ação agora puxará a placa porta-machos e a placa cavidade da placa base superior e exibirá todo o sistema de câmara quente(figura 5).

Figura 5


Agora, qualquer das operações abaixo podem ser executadas sem remover o sistema integrado da máquina injetora:
– Troca do diretor de fluxo;
– Troca da ponta;
– Troca da resistência do bico;
– Troca do termopar do manifold e
– Inspeção total do sistema de câmara quente.

O sistema integrado reduz substancialmente o tempo de parada de máquina, normalmente requerido por um modelo convencional de câmara quente.

Pode-se chegar até a redução de um turno completo para apenas duas horas, uma vez que todo o sistema de câmara quente estará exposto e facilmente acessível.

Caso a remoção total do sistema de câmara quente ainda seja necessária, olhais para suspensão podem ser colocados na placa base superior e, em seguida, removendo-se as presilhas de fixação do molde na máquina, o conjunto pode ser deslocado para a bancada de trabalho para serviço posterior (figura6).


Figura 6


O sistema unificado agora pode ser totalmente removido, soltando-se os parafusos usados para fixar o sistema à placa base superior (figura 7).

Figura 7

 


Como o sistema unificado fornece facilidade para uma montagem funcional drop-in completa, a unidade agora pode ser totalmente renovada na fábrica e depois reinstalada para produção (figura8).

Figura 8

Os sistemas integrados de câmara quente fornecem consideráveis vantagens em termos de facilidade de instalação e de operação a custos acessíveis, atendendo assim a demanda do mercado atual, extremamente competitivo.


Autor: Michael Rollmann
Fonte: Revista Ferramental

Top