Você está em
Home > Notícias > Sistemas de lubrificação automática e com monitoramento são novidades da bielomatik.

Sistemas de lubrificação automática e com monitoramento são novidades da bielomatik.

Lançamentos beneficiam, entre outros, a indústria automotiva, máquinas agrícolas e o setor aeroespacial, como também, possuem sensores ópticos e indutivos para monitoramento.

Após já ter mostrado sua supremacia em tecnologia de sistemas de mínima quantidade de lubrificação (MQL), a multinacional alemã bielomatik, referência mundial de excelência em MQL, apresenta produtos inovadores para o mercado na Expomafe 2017.

O principal lançamento é o sistema de lubrificação automática para graxa líquida e óleo, que permite maior tempo e menor número de peças para montagem. “É uma linha simples com sistemas de fixação com “engate rápido” para os dosadores e pontos a serem lubrificados. Com ele elimina-se peças e tempo de montagem dos sistemas, além de suportar uma pressão de 150 bar.”, diz o diretor da bielomatik no Brasil, Mauricio Portella.

Pensando sempre em atender os mais diversos mercados, a multinacional oferece o sistema de lubrificação progressiva para graxa e óleo, opção que também pode ser utilizada por outros setores e equipamentos, com sensores ópticos e indutivos para monitorar o funcionamento dos sistemas. “Ele apresenta um conjunto com “engate rápido” e grande qualidade em seus blocos progressivos, com funcionamento a partir de 20 bar de pressão até 250 bar. Ainda tem o lançamento de uma bomba de graxa e óleo com acionamento 24V e pressão de 275, que pode ser utilizada desde a indústria automotiva até máquinas agrícolas”, afirma o executivo.

E, por fim, a bielomatik apresenta o MLU – Sistema Móvel de Lubrificação para ADU´s (Advanced Drilling Units), no setor aeroespacial. Móvel e compacto, permite economia e precisão. “Este produto tem o controle exato para furação em cada tipo de material, com administração da quantidade de óleo exata por tempo de furação para cada camada e possibilita a realização de estações de enchimento, com tempos menores de 30 segundos para o preenchimento do refil.”, finaliza Mauricio. Fonte:  Agência Espiral Comunicação

Top