Você está em
Home > Notícias > Schneider, TRUMPF E OUTROS GIGANTES DEBATEM O FUTURO DA INDÚSTRIA

Schneider, TRUMPF E OUTROS GIGANTES DEBATEM O FUTURO DA INDÚSTRIA

 

Schneider, TRUMPF, Kuka e Ultragaz debatem o futuro da indústria durante a Mecânica Manufacturing Experience

O setor industrial brasileiro precisa dar um salto no avanço tecnológico para acompanhar o restante do mundo que caminha a passos largos para a nova revolução, a Indústria 4.0

Por acreditarem que o país precisa se integrar à nova revolução da indústria mundial, conhecida como Indústria 4.0, as gigantes em seus segmentos Schneider, TRUMPF, Kuka, Yaskawa Motoman e Ultragaz estarão na Mecânica Manufacturing Experience, entre os dias 24 e 27 deste mês.Além da apresentação de produtos inovadores, a Mecânica abre espaço para o debate sobre o futuro do setor industrial brasileiro durante o Encontro de Líderes da Indústria, que acontece junto com a Feira.

Uma iniciativa que precisa focar na realidade nacional “e não somente na preocupação em tentar alcançar a concorrência internacional, que já está distante no momento vivido pela nossa indústria, e em contínua aceleração”, segundo o Managing Director da Kuka Roboter do Brasil, Edouard Mekhalian.

Participante das atividades da Arena de Automação e Manufatura Digital, Mekhalian entende que o setor manufatureiro nacional precisa fazer sua “tarefa de casa com os pés no chão” e investir tempo e recursos para a consolidação da indústria 3.0. “Não adianta apenas debatermos a indústria 4.0, que hoje é a realidade dos países mais avançados, mas sim, buscar alternativas de implementação destes conceitos concomitantemente com aquilo que estamos defasados da Ind. 3.0”, acredita.

O Brasil ainda figura entre as 10 maiores economias do mundo graças ao agronegócio e a exportação de commodities”, lembra. “Imagina se avançarmos rumo à Indústria 3.0 o quanto já podemos ganhar. Não podemos apenas focar na Indústria 4.0 por si só, e/ou em si só, pois temos um bom caminho a percorrer com ações amplamente dominadas e que já irão alavancar a nossa indústria”.

Para Cristiano dos Anjos, vice-presidente da Schneider Electric, é preciso um olhar para as pequenas e médias empresas no processo. “Sem os pequenos e médios não será possível avançarmos”, acredita o executivo da Schneider, empresa líder na transformação digital da gestão e da automação de energia em lares, edifícios, datacenters, infraestruturas e indústrias.

O presidente da TRUMPF Brasil, João Carlos Visetti, que também falará durante o Encontro de Líderes da Indústria, lembra que o Brasil não acompanhou os ciclos de evolução mundial da indústria e é importante analisar os erros para poder avançar neste momento em que a digitalização e a conectividade levam o setor para uma nova era. “A indústria se prepara para a 4ª. Revolução, com a segurança da informação e a interconexão ligando as empresas à rede global”, afirma. Para ele, o país precisa de uma mudança de cultura. Ainda segundo o executivo,é necessário ter uma postura mais pragmática. “Precisamos deixar de lado a ideia de que temos que produzir tudo aqui. Ou importamos tecnologia, ou vamos ficar para trás”, sustenta.

Aprendendo com os robôs
A Yaskawa Motoman, empresa do grupo Yaskawa Electric Corporation, líder mundial na fabricação de robôs, levará para a feira Mecânica 2018 a célula de despaletização (robô MPL300), uma solução ideal para a automação em Centros de Distribuições (CD’s). Durante todos os dias do evento, na sala de treinamento, serão ministrados cursos gratuitos com instrutores especialistas em robótica. Além disso, os visitantes poderão operar, programar e testar os seus próprios Jobs (programas), ou seja, uma interatividade total com o que há de mais moderno na indústria 4.0 (redes, simulações 3D, robótica etc). Na Arena de Tecnologia haverá uma célula de usinagem 3D e corte ultrassônico (robô MH24), em que a programação off-line do robô é gerada pelo CAM (software de usinagem).

Já a Ultragaz apresentará durante a feira soluções industriais para ampliar a eficiência e a conectividade como o Aquecedor de Fluído Térmico e os Fornos de Chumbo. Sempre lembrada por ser inovadora, a Ultragaz fornece mais de 1,7 milhão de toneladas de GLP para mais de 11 milhões de domicílios e cerca de 52 mil clientes empresariais.

Mais informações sobre o evento estão no site www.mecanica.com.br.

Fonte: 2PRÓ Comunicação

 

 

Deixe uma resposta


Top